Como passear ou viajar de carro com seu animal de estimação?

Veja as dicas e cuidados para transportar o seu pet dentro do veículo de uma forma segura e sem preocupações.

Como passear ou viajar de carro com seu animal de estimação?

Ter um animal de estimação em casa faz a alegria de toda a família! Eles podem ser pequenos, grandes, brincalhões, calmos ou agitados, seja como forem, já conquistaram espaço no coração de muitas pessoas, que não vivem sem o seu bichinho predileto. Não é a toa que os mascotes ganharam um dia só deles, isso mesmo, 4 de outubro é comemorado o Dia dos Animais! E já que eles merecem todo o nosso carinho e atenção, você sabe como passear ou viajar de carro levando o seu bichinho com segurança? Qual será a forma correta? Existe alguma lei específica sobre isso? Posso ser multado? A resposta de todas estas perguntas está neste post, para que você passeie e viagem por aí livremente, com muito mais tranquilidade e segurança!

Cuidados durante o trajeto

Ter um bichinho de estimação como companhia no carro para muitos é sinônimo de festa! Mas, antes de qualquer animação, durante os seus passeios ou até mesmo viagens mais longas, é importante tomar alguns cuidados:

homem alegre no banco do motorista de um veiculo virado pra tras com o braco direito sobre um cachorro que esta no banco de tras com um cinto de seguranca pra cachorros

Como transportar?

Passear ou viajar sem os devidos itens de segurança não é bom para nós humanos e muito menos para os animais. Além disso, os bichinhos podem sofrer queda da janela, se desequilibrar, ou ainda distrair o motorista, o que não é nada bom. Para evitar tudo isso, existem várias formas de levar o seu pet com segurança no veículo. Veja algumas delas:

  • Viagens com cachorro

Uma boa opção é utilizar o cinto de segurança para cachorros, ele envolve peito, costas e os ombros, ajudando num passeio mais seguro. Caso o animal não se adapte ao cinto, outra opção é a grade divisória, que serve para afastar o motorista do cachorro, mas ela é recomendada para os pets mais agitados ou se você preferir, também poderá utilizar a caixa de transporte. Para todos estes itens existem vários modelos e tamanhos, o ideal é sempre consultar qual é o mais recomendado de acordo com o peso e raça.

cachorro no banco traseiro de um veiculo sobre um tapete higienico com cinto de seguranca para cachorros ao lado tem algumas bolsas de viagem
  • Viagens com gato

Se você tem um gato de estimação, é bom saber que ele não se adapta muito bem as mudanças. Como o pet costuma ser mais agitado, durante o trajeto, a melhor opção é leva-lo em uma caixa de transporte para felinos com um tapete higiênico, para que ele faça as necessidades.

gato dentro de uma caixa de transporte para felinos no banco traseiro de um veiculo
  • Viagens com animais pequenos

Já os animais menores, como a aves, hamsters, coelhos entre outros, devem ser transportados dentro de gaiolas específicas para cada espécie e se possível, cobertas com um pano fino para que o bichinho não fique agitado. Não se esqueça de deixar água e comida na gaiola, também é recomendado usar uma bolsa de transporte feita de almofadas, em caso de paradas bruscas, ela evitará que o animal sofra algum ferimento.

humster dentro de uma gaiola sendo alimentado por parte de uma mao humana

Atenção! Na dúvida, antes de fazer passeios mais longos ou viagens, sempre procure por um veterinário para verificar a saúde do animal, necessidades de medicamentos e vacinas. Também é importante que você faça pequenos passeios com o bichinho no carro, para que ele se acostume com o ambiente, barulho e movimento. Ah, e jamais deixe seu animal sozinho no veículo, principalmente em dias de muito calor, ok?

Até quantos animais posso levar?

Olha, na verdade não existe nenhuma lei específica que determine a quantidade de animais dentro de um veículo, a regra para estes casos é o bom senso.  Como os pets só podem ser transportados no banco de trás, basta verificar a quantidade de acentos disponíveis, eles irão determinar a quantidade máxima de animais para transportar, sem arriscar a sua segurança e dos demais passageiros. Lembrando que, o transporte só poderá ser feito no banco de trás e nunca nos da frente, tá?

Posso ser multado?

  • Não transporte os animais à sua esquerda ou entre os braços e pernas (Art. 252 – Infração média com penalidade de multa);
  • Não transporte seu bichinho na parte externa do carro, somente nos casos em que você estiver devidamente autorizado (Art. 235 – Infração grave com penalidade de multa e medida administrativa de retenção do veículo para transbordo);
  • Pra finalizar, o código também prevê penalidade para quem dirigir sem atenção ou sem os cuidados necessários para a segurança. Um bom exemplo, é levar o animal solto no carro, que além de não ser nada seguro, poderá causar distração no motorista (Art. 169 – Infração leve com penalidade de multa).

Atenção: Se durante o trajeto você for parado, por mais que seja raro, é possível que o policial peça os documentos do animal. Nestes casos, é importante ter a carteira de vacinação e um atestado de saúde assinado por um veterinário. Se você for de carro até algum país vizinho, para evitar problemas, sempre consulte a necessidade de alguma documentação específica, de acordo com cada país.